Montijo | votos de feliz natal dos trabalhadores da câmara municipal

Anúncios

Cristiano Ronaldo imortalizado na Madeira

Internacional português inaugurou este domingo na Madeira uma estátua sua, esculpida por Ricardo Veloza, em bronze, com 3,40 metros de altura e 800 quilos.

cr7

Câmaras levam a tribunal a privatização do lixo

Fonte Expresso

Apesar de serem minoritários na Valorsul, os 19 municípios que integram esta empresa de tratamento de resíduos urbanos da Grande Lisboa e da região Oeste (liderados por Amadora, Loures, Lisboa, Odivelas e Vila Franca de Xira) querem afastar o acionista maioritário, a EGF (detida pelo Estado, mas em processo de privatização, adquirida pelo grupo Mota-Engil).

lxalerta-ab8-584f

As autarquias, numa iniciativa de Bernardino Soares, presidente da Câmara de Loures, vão tentar a “exclusão judicial” da EGF. Aqueles cinco municípios alegam que houve uma “violação do dever de lealdade” da EGF para com a Valorsul, e restantes acionistas,  tanto no processo de privatização como no “desrespeito do acordo parassocial”. Continuar a ler

A CDU e o PSD coligaram-se no Montijo para desestabilizar a boa situação financeira do Município por José Bastos

josebastosÉ do conhecimento dos Montijenses e da região que a Câmara de Montijo, tem feito uma boa gestão dos recursos financeiros, apesar destes, com a crise económica do país e do concelho, terem vindo a reduzir de ano para ano.

As contas estão controladas, todos os compromissos da Câmara são pagos a tempo e horas e os fornecedores e empreiteiros recebem a uma média de 30/40 dias.

Foi com esta situação financeira que considero excelente, comparando com muitas outras Câmaras por esse país fora que considero inacreditável a CDU e o PSD tivessem já por duas vezes votado contra o orçamento para 2015, numa tentativa desesperada de bloquear esta boa gestão financeira.

A situação financeira do Município de Montijo, foi debatida até à exaustão nas eleições autárquicas de 2013, pois era um dos pontos fortes da campanha eleitoral do PSD, que considerou sempre nessa altura que a nossa Câmara estava falida o que considerei sempre uma indignidade porque estavam a denegrir a imagem da nossa Terra no exterior. Continuar a ler