Setúbal | Deputados Socialistas questionam o Governo sobre a Herdade da Comporta

Os Deputados Socialistas do Distrito de Setúbal, Vieira da Silva, Eduardo Cabrita, Eurídice Pereira, Ana Catarina Mendes e Catarina Marcelino, estão entre os que dirigiram perguntas, através de requerimentos, no passado dia 21 de janeiro, às Ministras de Estado e das Finanças e da Agricultura e Mar sobre a situação da Herdade da Comporta, cuja venda pelo BES Investimento foi hoje noticiada, em particular «(…) relativamente à situação de todos quantos vivem e exercem atividade na Herdade da Comporta, e, bem assim, sobre as medidas que as entidades competentes ponderam tomar no sentido de acautelar os interesses em presença».

deputadospssetubal

As Perguntas dos parlamentares socialistas – eleitos pelo Distrito de Setúbal, membros da Comissão de Agricultura e Mar e membros da Comissão de Inquérito ao BES – surgem na sequência de uma visita promovida àquela que é uma maiores propriedades do País, com o intuito de se inteirarem «(…) sobre a situação dos agricultores e rendeiros que ali vivem e exercem a sua atividade», aludindo a que, nos 12.000 hectares da Herdade da Comporta, vivem cerca de duas mil pessoas. Essa visita e o contacto com moradores e rendeiros contou com a presença dos deputados Eurídice Pereira e Miguel Freitas, em representação do Grupos Parlamentar socialista , que foram acompanhados pelo Presidente da Concelhia de Grândola, Pedro Ruas, a representante da estrutura distrital do PS, Lídia Henriques, e o autarca António Luís, do Carvalhal. Continuar a ler

Anúncios

Polémica na RTP – Eleições Grécia 2015 – José Manuel Pureza

Transferências para freguesias de Lisboa decorrem com “qualidade e coesão”

Fonte: Jornal i

Em Fevereiro, foi iniciada a segunda fase de transferência de trabalhadores, com um sistema de voluntariado, que terminou em Julho.

O Grupo de Acompanhamento e Monitorização da Reforma Administrativa de Lisboa considera que o processo de transferência para as freguesias decorre com “apreciável qualidade e coesão”, lê-se no seu terceiro relatório, que será debatido na quarta-feira pela câmara.

freguesiaslisboa

“Não obstante diversos e inevitáveis aspectos a carecer de ajustamento, pode concluir-se que o processo como um todo se mantém a decorrer com apreciável qualidade e coesão”, refere o relatório trimestral de Monitorização da Reforma Administrativa, a que a agência Lusa teve acesso. Continuar a ler

Associação para o Desenvolvimento Sustentável da Região Saloia

A Associação para o Desenvolvimento Sustentável da Região Saloia (A2S) foi hoje formalmente constituída. Com sede em Alcainça, esta associação de desenvolvimento regional, sem fins lucrativos, é constituída por entidades privadas e públicas (entre as quais os Municípios de Mafra, Loures e Sintra) dos territórios da zona norte da Área Metropolitana de Lisboa. O objectivo fundamental é a gestão dos fundos comunitários atribuídos, de forma participada e próxima.

adsrs

A criação desta associação permite formalizar a constituição de um Grupo de Acção Local (GAL), entidade que, nos termos do regulamento do quadro comunitário de apoio 2014-2020, é responsável pela execução de uma “Estratégia de Desenvolvimento Local” (EDL) e pela apresentação de projectos de “Desenvolvimento Local de Base Comunitário” (DLBC), passíveis de financiamento. Continuar a ler