CDU e PSD chumbam orçamento da União de Freguesias do Montijo e Afonsoeiro

A “política” no seu pior: autarcas da CDU e PSD chumbam orçamento de uma junta de freguesia. Não se conhecem – e não nos dão a conhecer – os motivos “fortes” para tal atitude! Votar contra porque sim… é bastante redutor  para autarcas representantes de uma população…

Fonte: Diário do Distrito

Esta terça-feira, o salão nobre da Junta de União de Freguesias do Montijo e Afonsoeiro recebeu uma vez mais a Assembleia de Freguesia para discutir e aprovar o único ponto da ordem de trabalhos. Pela 3ª vez que o orçamento daquele órgão autárquico foi chumbado pela maioria CDU e PSD.

jfmontijoafonsoeiro

Foi a 3ª vez que as Grandes Opções do Plano, PPI e Orçamento para 2015 foram a discussão e aprovação na União de Freguesias do Montijo e Afonsoeiro, mas mais uma vez o único ponto na ordem de trabalho não foi aprovado.

Pelas 21:30 a mesa da Assembleia de Freguesia da União de Freguesias do Montijo e Afonsoeiro foi instalada com a presença de todos os membros de freguesia das várias bancadas políticas, Fernando Caria, o presidente da União de Freguesias, iniciou a sua intervenção explicando os motivos da proposta ser igual à anterior.

Referiu que depois de discutidas e ouvidas todas as bancadas políticas que tem acento naquele órgão, essas mesmas conversações chegaram ao fim sem quaisquer indicações por parte da oposição.

O Orçamento apresentado pelo executivo liderado por Fernando Caria, têm um valor de 452.474, 32 euros e o mesmo será para fazer fase a 86,28% das despesas com pessoal, 52,21% com a aquisição de serviços e os restantes 13,72% estariam destinados às transferências para as escolas e jardins de infância, como também para colectividades e instituições da freguesia.

Foram várias as declarações de voto apresentadas nesta noite pelas várias bancadas políticas, a primeira foi lançada pelo Partido Socialista, que veio pela mão de Francisco Santos que afirmou de que o executivo da junta cumpriu democraticamente com o estatuto do direito da oposiJaneiro de 2014, discutiram o orçamento para 2014 e afirmaram nas suas declarações de voto que “reconheceram que, embora tivessem outras opções políticas para o referido orçamento, não o iriam inviabilizar porque no caso da CDU, sendo uma força política responsável não entrava em jogos de ‘política de terra queimada’ e que sempre punha os interesses da população em primeiro lugar”, facto que não se concretizou ao longo destas 3 discussões sobre o orçamento para 2015.

O que mudou em 11 meses?

Na declaração que fez, o presidente da União de Freguesias, sublinhou de que algo mudou em 11 meses, pois para o executivo PS, a aliança que está feita entre o PSD e a CDU irá prejudicar a normalidade necessária dos mais carenciados da freguesia.

Chumbo no orçamento poderá colocar população em dificuldades

Com o chumbo de uma vez mais do orçamento a União de Freguesias do Montijo e Afonsoeiro poderá ter dificuldades na criação de um cartão social de saúde que permitirá oferecer a famílias carenciadas de serviços médicos gratuitos, já as actividades escolares para cerca de 2200 crianças das escolas públicas e dos jardins de infância também podem ficar comprometidas com este chumbo.

Fernando Caria lembrou ainda de que o transporte a crianças carenciadas poderá também esse serviço estar comprometido, o presidente deixou a pergunta para a oposição: “Será que esta oposição não sente peso na consciência quando não deixa o executivo apoiar com normalidade necessária, e que vá ao encontro dos mais cadenciados da nossa freguesia e ajudá-los?”.

O documento foi uma vez mais ‘chumbado’ com 6 votos da CDU e 5 do PSD contra e 6 votos do PS e 2 do BE a favor.

ção, quando oscultou todos os representantes das bancadas políticas. A CDU e o PSD fizeram chegar algumas propostas e sugestões que foram também incluídas no Orçamento, mas ainda não chegou para que o documento fosse aprovado.

“É com estranheza estar a ser apresentado um documento igual a um outro que já foi apresentado e votado anteriormente”, disse José Serra da Graça da bancada do PCP, questionando ainda o executivo de qual será a obra que não conseguirá fazer com a falta do orçamento para 2015.

Para Serra da Graça o executivo poderá continuar a fazer as actividades que fazia com o orçamento de 2014. Fernando Caria respondeu ao membro da Assembleia do PCP de que “estamos conscientes do que queremos fazer e podemos fazer”, sendo que com o orçamento de 2014 será mais ‘trabalhoso’ fazer esse trabalho com o qualidade.

Fernando Caria, lembrou ainda o facto de ser curioso que o PSD e a CDU, em Janeiro de 2014, discutiram o orçamento para 2014 e afirmaram nas suas declarações de voto que “reconheceram que, embora tivessem outras opções políticas para o referido orçamento, não o iriam inviabilizar porque no caso da CDU, sendo uma força política responsável não entrava em jogos de ‘política de terra queimada’ e que sempre punha os interesses da população em primeiro lugar”, facto que não se concretizou ao longo destas 3 discussões sobre o orçamento para 2015.

O que mudou em 11 meses?

Na declaração que fez, o presidente da União de Freguesias, sublinhou de que algo mudou em 11 meses, pois para o executivo PS, a aliança que está feita entre o PSD e a CDU irá prejudicar a normalidade necessária dos mais carenciados da freguesia.

Chumbo no orçamento poderá colocar população em dificuldades

Com o chumbo de uma vez mais do orçamento a União de Freguesias do Montijo e Afonsoeiro poderá ter dificuldades na criação de um cartão social de saúde que permitirá oferecer a famílias carenciadas de serviços médicos gratuitos, já as actividades escolares para cerca de 2200 crianças das escolas públicas e dos jardins de infância também podem ficar comprometidas com este chumbo.

Fernando Caria lembrou ainda de que o transporte a crianças carenciadas poderá também esse serviço estar comprometido, o presidente deixou a pergunta para a oposição: “Será que esta oposição não sente peso na consciência quando não deixa o executivo apoiar com normalidade necessária, e que vá ao encontro dos mais cadenciados da nossa freguesia e ajudá-los?”.

O documento foi uma vez mais ‘chumbado’ com 6 votos da CDU e 5 do PSD contra e 6 votos do PS e 2 do BE a favor.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s