INTELI | CIDADES 4.0 síntese dos casos das boas práticas

Anúncios

O Setubalense | edição 6 de março

Projecto-piloto “MOOVE Oeste Portugal”

O Projeto-piloto MOOVE Oeste Portugal está a ser desenvolvido com o apoio da OesteSustentável (Agência Regional de Energia e Ambiente do Oeste) e consiste em colocar à disposição do cidadão em cada um dos 12 concelhos da Região Oeste, um veículo 100% elétrico (VE), abastecido através de um sistema solar-fotovoltaico.

oesteveletricos

Este piloto desenvolve-se no âmbito do projecto comunitário REPUTE – Renewable Energy in Public Transport Enterprise, sendo a Comunidade Intermunicipal do Oeste – OesteCIM, com o apoio técnico da Agência Regional de Energia e Ambiente do Oeste – OesteSustentável, responsáveis pela sua implementação, que consiste em desenvolver o seguinte:

Realizar um piloto que permita demonstrar que as actuais barreiras de mercado poderão ser ultrapassadas através do uso de novas opções eficientes e inovadoras utilizando energias renováveis nos transportes públicos, desencadeando aceitação e mudança de atitudes e comportamentos que se tornem o novo paradigma com vista a uma mobilidade sustentável. Continuar a ler

Cascais | sistema de gestão de resíduos distinguido com selo “A Smart Project for Smart Cities”

Inteligente, amigo do ambiente e capaz de poupar recursos técnicos e financeiros, o sistema de “Gestão de Resíduos e de Sensores de Enchimento das Ilhas Ecológicas” do município de Cascais foi reconhecido com o prémio “Selo – A Smart Project for Smart Cities”. Atribuído pela associação “INTELI – Inteligência em Inovação, Centro de Inovação”, o prémio foi entregue no Centro de Congresso de Lisboa, no âmbito da Green Business Week.

cascaisselosmart

A entrega do prémio decorreu quinta-feira, 5 de março, no Centro de Congressos de Lisboa, confirmando Cascais enquanto município inteligente que, por via da integração de duas tecnologias inovadoras, através de uma plataforma única, sendo esta conjugação inédita em Portugal (plataforma MAWIS da MOBA e sondas de leitura do nível de enchimento e comunicação à distância da SMARTBIN) reduziu, de forma significativa, o número de quilómetros efetuados, número de circuitos realizados, frequência de recolha, bem como o consumo de combustível associado a estas tarefas, poupando 264 toneladas de emissões de CO2 em 2014.

Recuperando em seis meses o investimento inicial, a Câmara Municipal de Cascais, não só melhorou os serviços, como baixou em 13% os gastos diretos da Cascais Ambiente com a prestação dos serviços de recolha entre 2011 e 2014. Em 2015 vai ser alargado o número de contentores subterrâneos a utilizar a tecnologia de sensores de enchimento. Continuar a ler

Um País à espera na Urgência por Eduardo Cabrita

eduardocabritaNada melhor do que o caos das urgências que marcou este Inverno para servir de imagem para o estado anímico dos portugueses.

O fracasso da estratégia de austeridade virtuosa e expansionista, o sentimento de um esforço repartido de forma desigual e que nem sequer impediu o crescimento da dívida e a frustração das expetativas criadas à mais qualificada das gerações portuguesas  contribuem  para um ambiente deletério perigoso para a saúde da nossa democracia.

Depois de quatro anos de violência social em que os cortes de salários se tornaram banalidades, a emigração uma oportunidade , os apoios sociais um privilégio evanescente e as penhoras digitais uma ameaça à estabilidade social por dividas menores o comportamento leviano de Pedro Passos Coelho relativamente ao cumprimento das suas obrigações contributivas surge como um misto de ofensa coletiva e sentimento de derrota coletiva na alteração de atavismos estruturais.

Se Cavaco fosse um Presidente atento ao sentimento coletivo, e não o patrono rancoroso da coligação governativa, teria atempadamente ajustado o calendário eleitoral à necessidade  de dar uma refrescada legitimidade ao poder, de mobilizar os portugueses em torno de novos rumos e encontrar uma solução que não nos deixe no final do ano sem Orçamento, com uma reduzida capacidade negocial com a Europa enquanto o inquilino de Belém têm já os novos aspirantes à porta em campanha eleitoral. Continuar a ler