CIDADES 4.0 | cidades Inteligentes

Anúncios

A indulgência do primeiro-ministro sobre si próprio…

B_5SlF7UYAEdoEs (2)

Montijo | ACISTDS e câmara promovem sessão de esclarecimento sobre medida “Comércio Investe”

A ACISTDS – Associação do Comércio, Indústria, Serviços e Turismo do Distrito de Setúbal e a Câmara Municipal do Montijo promovem, na próxima sexta-feira, dia 13 de março, pelas 19h, na Sala da Galeria Municipal, uma sessão de esclarecimento sobre a Medida “Comércio Investe”, um apoio concedido às micro e pequenas empresas que desenvolvam a sua atividade no sector do comércio, inseridos na CAE 47, em estabelecimentos com área de venda ao público inferior a 500 m2 e que pretendem realizar investimento na modernização e valorização da oferta dos seus estabelecimentos, através da aposta na inovação e utilização de formas avançadas de comercialização.

comercioinvestemontijo-1728x800_c

De acordo com a autarquia, a iniciativa visa o esclarecimento do tecido empresarial acerca do incentivo concedido, as respetivas condições de apresentação e critérios de elegibilidade das candidaturas propostas, bem como no que se refere às restantes questões processuais relacionadas com a execução de candidaturas a este mecanismo de incentivo. O apoio a conceder no âmbito da Medida “Comércio Investe” assume a natureza de Incentivo Não Reembolsável (i.e., a “Fundo Perdido”), correspondente a 40% das Despesas Elegíveis. Continuar a ler

Setúbal | deputados socialistas observam projeto piloto da RLIS em Grândola

Tendo em conta os acontecimentos, nos últimos tempos, que marcaram a Segurança Social no distrito de Setúbal, concretamente a dispensa de mais de 80 trabalhadores ‘enviados’ para a requalificação e uma recente reorganização de serviços da ação social, e estando a decorrer uma experiência piloto da RELIS – Rede Local de Intervenção Social, das 12 existentes em todo o país, na Santa Casa da Misericórdia de Grândola, os deputados Vieira da Silva, Eurídice Pereira, Catarina Marcelino e Sónia Fertuzinhos, acompanhados por autarcas e dirigentes locais do PS, contataram com a prática deste projeto com o objetivo de procurar conhecer o seu alcance junto da população.

deputadossetubalpsrlis

A reorganização de serviços, levada a cabo pelo Centro Distrital de Segurança Social de Setúbal, confrontou a população do distrito com o facto dos atendimentos de ação social e de RSI – Rendimento Social de Inserção, realizados pela equipa da Segurança Social, nos serviços locais e em instalações de entidades parceiras como Juntas de Freguesia e Instituições Sociais, concentrando os atendimentos diários em Setúbal e Almada, havendo ainda atendimentos em alguns dias da semana no Seixal, Alcácer do Sal, Sesimbra, Barreiro e Montijo.

Segundo a deputada Catarina Marcelino “o motivo conhecido para esta reorganização da ação social, que afeta as pessoas mais carenciadas, prende-se com a publicação do despacho que regulamenta a Rede Local de Intervenção Social – RLIS, que prevê a contratualização, entre a Segurança Social, as IPSS ou autarquias locais, projetos de atendimento e acompanhamento de proximidade nos diferentes territórios, e por isso quisemos compreender o modo de funcionamento desta experiência piloto apesar de não haver ainda informação concreta sobre para quando o alargamento desta rede”. Continuar a ler