Tempo de Antena do Partido Socialista

Sintra | câmara desenvolve estratégias para captação de investimento

A proposta de criação dos Projetos de Relevante Interesse Municipal (PRIM) foi apresentada na 33ª reunião pública da Câmara Municipal de Sintra, no âmbito da alteração regulamentar ao PDM de Sintra que está a decorrer e brevemente será submetida a discussão pública.

visita_fabrica_ikma

Os PRIM serão instrumentos cujo principal objetivo é a criação de condições para atrair e captar investimento para o concelho, especialmente projetos com uma forte componente na área da inovação e geradores de postos de trabalho.

O presidente da Câmara Municipal de Sintra, Basílio Horta, considerou este instrumento “muito interessante” pelas possibilidades apresentadas, na medida em que “certamente contribui para o novo modelo de desenvolvimento que pretendemos para Sintra”, concluiu. Continuar a ler

Programa de Desmantelamento na Segurança Social em Curso por Catarina Marcelino

foto catarina_458546661Existe hoje uma estratégia de desmantelamento dos serviços de ação social dentro da Segurança Social a que, pomposamente, apelidaram de reorganização. A quem se destinavam estes serviços agora encerrados? Às pessoas mais pobres, às pessoas com menores rendimentos, às pessoas mais carenciadas.

No final do ano de 2014 a Segurança Social levou a cabo a dispensa de mais de 600 trabalhadores em todo o país e cerca de 80 no Distrito de Setúbal, com o falso argumento de que estes trabalhadores e trabalhadoras estavam sem funções. No início de 2015, tendo em conta esta pretensa reorganização, fomos confrontados com o facto dos atendimentos de ação social e de RSI realizados pela equipa da Segurança Social, em instalações de entidades parceiras como Juntas de Freguesia e Instituições Sociais, mas também em alguns serviços locais, terem sido encerrados, concentrando os atendimentos diários em Setúbal e Almada, havendo ainda atendimentos em alguns dias da semana no Seixal, Alcácer do Sal, Sesimbra, Barreiro e Montijo.

Esta situação cria grandes dificuldades de acesso aos beneficiários da Segurança Social que precisam destes serviços, uma vez que, para além de pôr em causa a proximidade dos serviços, põe também em causa a capacidade financeira dos cidadãos para se deslocarem, e estamos a referirmo-nos a cidadãos carenciados muitas vezes em condições limite, bem como, a escassez em algumas zonas, de transportes públicos.

O motivo conhecido para esta reorganização da ação social prende-se com a publicação do despacho que regulamenta a Rede Local de Intervenção Social – RLIS, que prevê a contratualização, entre a Segurança Social, as IPSS ou autarquias locais, projetos de atendimento e acompanhamento de proximidade nos diferentes territórios. A RLIS proporciona o enquadramento jurídico para que se celebrem acordos de cooperação com as IPSS para operacionalização do Serviço de Atendimento e Apoio Social – SAAS, criado e regulamentado em Setembro de 2014, que não é mais uma nova versão do atendimento da ação social, que até agora era assumido pela Segurança Social. Continuar a ler

Estudo: Brasil é o país do mundo com mais empreendedores

Fonte: Invest

O Brasil é o país com o maior número de empreendedores na sua população, à frente da China e os Estados Unidos, de acordo com uma investigação realizada pela Global Entrepreneurship Monitor (GEM).

BRAsil empreende

A pesquisa da GEM aponta que 34,5% dos brasileiros maiores de 18 anos têm uma empresa ou estão envolvidos na abertura do seu próprio negócio, sem depender de outrem.

Atrás dos brasileiros, e também no pódio, estão os chineses, com 26,7%, e os norte-americanos, com 20%. Seguem-se os britânicos (17%), japoneses (10,5%), indianos (10,2%), sul-africanos (9,6%), russos (8,6%) e franceses (8,1%).

Entre 2004 e 2014, segundo a pesquisa, o Brasil passou de 23% para os atuais 35% em número de empreendedores individuais, sendo que uma larga maioria (70%) dos que iniciaram um negócio fizeram-no porque viram uma oportunidade e não por necessidade. Continuar a ler

Montijo – Um Lugar para Viver

A Frente Ribeirinha do Montijo renovou a sua exposição no espaço público e apresenta-lhe Montijo – Um Lugar para Viver, uma mostra que é um convite para conhecer melhor as potencialidades do concelho.