Montijo | autarquia cumpre pagamento com Amarsul e Simarsul

nunocanta1Na reunião de câmara de 15 de abril, Nuno Canta, presidente da Câmara Municipal do Montijo, apresentou os resultados dos relatórios de contas da AMARSUL- Valorização e tratamento de resíduos sólidos, SA e da SIMARSUL – Sistema Integrado Multimunicipal de Águas Residuais da Península de Setúbal, sistemas multimunicipais em que o município é accionista.

O presidente expôs que no pretérito dia 19 de Março realizou-se a Assembleia Geral de acionistas da empresa AMARSUL com o objetivo da aprovação do relatório de contas de 2014. O documento mostra que a AMARSUL serviu uma população de 781.44 habitantes, em nove municípios abrangidos e tratou cerca de 402.964 toneladas de resíduos sólidos urbanos.

Em termos económicos e financeiros alcançou-se em 2014 um resultado liquido do exercício de 216 mil euros positivos, reduzindo-se a dividas dos clientes municipais e celebrou-se um novo acordo de pagamentos com o município de setúbal de 10,8 milhões de euros para resolver o problema da divida de setúbal.

“No Montijo fizemos uma locução de resíduos sólidos urbanos de 21.748,02 toneladas o que correspondeu a um aumento de cinco por cento em relação ao ano anterior”, afirmou o autarca.

Nuno Canta confirmou que “o município do montijo pagou todas as suas faturas de 2014 a AMARSUL, no valor de 602.994 euros o que corresponde ao tratamento dos resíduos sólidos dos montijenses e liquidou, ainda, a totalidade do acordo de pagamentos que tínhamos celebrado em 2012, antecipamos o pagamento (o acordo ia até 2016), no valor de 307.486 euros”.

Em 2014 a SIMARSUL apresentou, novamente, um resultado líquido de exercício negativo, ao contrário da AMARSUL, no valor de 1.336,166 euros. Estes resultados devem-se a um decréscimo no volume de negócios de 1,6% devido à empresa ter passado a faturar os caudais reais medidos.

O investimento total já realizado pelo sistema foi de 206,5 milhões de euros “nos quais cerca de 25 milhões no município do montijo e o investimento futuro é estimado em 58,2 milhões de euros nos quais em 2015 está programado realizar cerca de 900 mil euros na ETAR de Canha”, afirmou Nuno Canta.

“O município do Montijo pagou a totalidade da faturação no valor de 2,09 milhões de euros e cumpriu integralmente o acordo de pagamentos vigente com a SIMARSUL”, concluiu o presidente.

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s