Vai viajar pela Europa? Há várias cidades onde pode carregar o telemóvel na rua

Fonte: Sábado

Estar online durante todo o dia é quase uma necessidade para grande parte das pessoas. Em algumas ocasiões, ficar sem bateria (no telefone, no tablet ou no computador) pode ser um drama, mesmo nas férias.

carregarotelemóvelnarua

Se vai viajar pela Europa, saiba que tem a vida facilitada. Só aqui ao lado, em Espanha, já existem 11 postos ecológicos, alimentados a energia solar, para carregar a bateria destes aparelhos. O serviço é gratuito – o único requisito é levar um cabo USB.

Cada posto do USBe Charger é constituído por uma espécie de guarda-sol, que funciona como painel solar, uma estrutura metálica e uma base de carga com quatro fichas onde pode ligar o dispositivo que precisar de carregar.

As estações estão disponíveis em seis modelos diferentes. O mais básico tem apenas uma mesa; os mais avançados têm bancos e iluminação nocturna. Continuar a ler

Anúncios

Estado e impostos retiram 876 mil euros por dia aos municípios

Fonte: Jornal de Negócios

Nos últimos cinco anos, a receita global das Câmaras caiu 1.600 milhões de euros, segundo um relatório elaborado pela Universidade do Minho e citado pelo Jornal de Notícias.

municipios

A quebra nas transferências do Estado e na cobrança de impostos que revertem para os municípios originaram uma redução de receita global de 1.600 milhões de euros para as autarquias portuguesas nos últimos cinco anos, o que equivale a uma perda de 876 mil euros por dia.

Segundo a edição desta quarta-feira, 29 de Julho, do Jornal de Notícias, a receita global das Câmaras ascendia a 8,9 mil milhões de euros em 2009, tendo caído para 7,3 mil milhões de euros em 2014, recuando para valores próximos de 2002. No mesmo período, o corte na despesa global dos municípios foi de 20%.

Estes dados constam de um intitulado “Monitorização da evolução das receitas e das despesas dos municípios”, encomendado pela Direcção-Geral das Autarquias Locais à Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho, em que é proposta a adopção de taxas turísticas como uma das formas de compensar a perda de receita fiscal. Continuar a ler

Bloco de Esquerda | Lista de candidatos por Setúbal às legislativas 2015

O Bloco de Esquerda (BE) apresentou, em Setúbal, nove dos 22 candidatos pelo distrito às próximas legislativas. Joana Mortágua, numero um da lista, foi recebida com muitos aplausos pelos simpatizantes e militantes do Bloco de Esquerda. Na sua intervenção, a jovem bloquista começou por afirmar que apresentar a lista de candidatos “não é tarefa fácil”, pois “não se trata de um grupo de pessoas em busca de popularidade ou a arriscar a sua sorte nas urnas”.

bejoanamortagua

“Há qualquer coisa de extraordinário nesta lista que eu tenho a honra de encabeçar. Há algo que nos une: chama-se projeto de solidariedade”, salientou a ativista, frisando que o BE tem um projeto, “uma ideia louca, de construir um futuro no qual os cidadãos não paguem pela dívida”. Ao longo do discurso, Joana Mortágua apontou o dedo às governações, nos últimos anos, dos governos do Partido Socialista (PS) e Partido Social-Democrata (PSD) / Partido Popular (CDS-PP). “Até hoje a democracia tem sido feita numa falsa escolha entre o PS e o PSD. As privatizações são uma escolha da falsa democracia”.

BE | Lista de candidatos por Setúbal às legislativas 2015

  1.  Joana Mortágua – Almada
  2.  Sandra Cunha – Sesimbra
  3.  Luís Cordeiro – Seixal (independente)
  4.  Fernando Sequeira – Moita
  5.  Raquel Rodrigues Santos – Barreiro
  6.  Álvaro Arranja – Setúbal
  7.  Joaquim Raminhos – Moita
  8.  Júlia Pereira – Sesimbra
  9.  Carlos Oliveira – Palmela
  10.  Inês Bom – Almada
  11.  Ricardo Caçoila – Montijo
  12.  Jaime Pinho – Setúbal
  13.  Rosa Maria Silva – Santo André (independente)
  14.  Joaquim Piló – Seixal
  15.  Vitália Ribeiro – Barreiro
  16.  Fernando Pinho – Setúbal
  17.  Aldina Soares – Palmela

Continuar a ler