Lisboa capital da scooter este sábado

Mais informação e inscrições aqui.

Realiza-se este sábado, no Campo Pequeno, a terceira edição do Lisboa Scooter Day, uma iniciativa da Câmara Municipal Lisboa e da U-Scoot. A edição deste ano vai contar com test drives e baptismos de scooters,  um grande passeio em cortejo pelas principais ruas da cidade e diversos workshops sobre condução defensiva, manutenção e logística urbana.

scooter1

O Lisboa Scooter Day 2015 apresenta também várias novidades em relação à edição anterior, como uma vasta exposição de scooters de diferentes marcas e modelos, das mais modernas às clássicas, a eletric zone, espaço integralmente dedicado a scooters e a projectos eléctricos, uma zona de fotos em scooter e ainda um espaço para os mais pequenos, onde, num pequeno circuito, as crianças poderão conduzir scooters suportadas integralmente a energia solar e mostrar as suas habilidades.

O evento está inserido no programa oficial da Semana Europeia da Mobilidade e tem por objectivo divulgar e partilhar as vantagens das scooters como meio alternativo de transporte.

“De acordo com os mais recentes estudos que a U-Scoot tem vindo a divulgar em diversas iniciativas, estes meios de transporte alternativos representam uma poupança muito significativa face ao automóvel, quer em termos de aquisição (onde as poupanças podem ser na ordem dos 80%) quer nos consumos, onde podem poupar cerca de 50% nos combustíveis, não pagar estacionamento, poupar nas portagens, inspecções, e outras importantes despesas”, explica a empresa que organiza o evento. Continuar a ler

Anúncios

Jornal Semmais | edição 12 de setembro

AML | Autarcas de Lisboa questionam Governo sobre apoio aos refugiados

Fonte: Lusa

O Conselho Metropolitano de Lisboa decidiu hoje questionar o Governo sobre o que se espera da área metropolitana no processo de acolhimento e integração de refugiados, para que os municípios possam participar na medida das suas possibilidades.

refugiados

“Vamos escrever uma carta ao senhor ministro Poiares Maduro dizendo que a área metropolitana quer saber o que se espera de nós”, resumiu o presidente do Conselho Metropolitano, Basílio Horta (PS), após uma discussão sobre a participação da Área Metropolitana de Lisboa (AML) no apoio aos refugiados.

Na carta ao ministro-adjunto e do Desenvolvimento Regional, os 18 autarcas da AML vão também solicitar esclarecimentos sobre a estratégia do Governo para acolher os refugiados, no quadro dos compromissos da União Europeia.

“Só depois podemos dizer o que podemos dar”, acrescentou Basílio Horta, que defendeu uma participação mais ativa da AML, mas foi alertado por alguns autarcas para as diferentes possibilidades de cada município no apoio aos refugiados.

O autarca de Sintra apontou a necessidade de a AML “estar preparada” para responder aos desafios que se vão colocar à região, independentemente do que cada câmara vai fazer, adiantando que, além de duas famílias já identificadas pelo Conselho Português para os Refugiados, o seu município deverá “receber mais 30 famílias”. Continuar a ler

Montijo | mais uma deserção no PSD

Fonte: Diário da Região

João Afonso (PSD) renunciou ao cargo de deputado da Assembleia Municipal do Montijo, na passada terça-feira, 8, depois de já ter suspendido o mandato a 27 de Abril último. O social-democrata, que também havia abdicado da qualidade de líder da bancada do partido laranja, na mesma data em que suspendeu o mandato, será sucedido por Filipa Mota. Esta é a segunda baixa na bancada do PSD, já que poucos dias depois de João Afonso ter pedido a suspensão de mandato, Luís Luizi, eleito como independente, também renunciou ao cargo de deputado municipal.

PSDMontijo2-1728x800_c

Na missiva enviada à presidente da Assembleia Municipal, Maria Amélia Antunes, a solicitar a renúncia ao cargo, João Afonso deixa vários agradecimentos e elogios.

“Agradeço ao órgão Mesa, na pessoa da Sra. presidente da Assembleia Municipal, Dra. Maria Amélia Antunes, todo o apoio e colaboração institucional prestado ao longo deste mandato. Agradeço a todos os elementos do PPD/PSD o empenho, amizade e solidariedade prestada no exercício da liderança da bancada. Neste ponto, não poderei deixar de realçar o prazer e felicidade que tive em trabalhar com o professor Luís Luizi, cidadão humanista absolutamente empenhado no bem comum”, diz o social-democrata, no documento a que o Diário da Região teve acesso, acrescentando: “Agradeço e realço a excelente relação de cooperação mantida com os restantes líderes de bancada do Partido Socialista, Coligação Democrática Unitária e Bloco de Esquerda.” Continuar a ler