Jornal Semmais | edição 26 de setembro

Anúncios

Cascais | 8º GREENFEST dedicado ao tema “Cidadania Ativa”

Mais informação aqui.

Cascais acolhe, de 8 a 11 de outubro, o 8º Greenfest, considerado o “maior evento de sustentabilidade”. O Greenfest é este ano dedicado ao tema “Cidadania Ativa”, pretendendo recordar “o poder” de cada cidadão para mudar comportamentos, proteger o ambiente e a saúde.

greenfest2015

Seguindo um modelo iniciado nos Estados Unidos, o Greenfest vai trazer ao Centro de Congressos do Estoril e à FIARTIL várias atividades que vão desde rastreios, workshops e debates para todos. “Desde os bisavôs aos bisnetos, asseguramos uma multiplicidade de conteúdos capazes de transmitir a mensagem a todo o tipo de público”, referiu Pedro Norton de Matos, mentor do Greenfest.

A 8ª edição do Greenfest é organizada pela Câmara Municipal de Cascais e pelo Grupo Ginko. “O concelho de Cascais não podia ser o local mais indicado para este evento”, destacou o vice-presidente da Câmara Municipal de Cascais, na apresentação do evento, que decorreu na Fundação Calouste Gulbenkian, em Lisboa. Miguel Pinto Luz recordou que o Centro de Congressos é “um equipamento verde, uma prova de sustentabilidade” e acrescentou que “este ano, o tema “Cidadania Ativa” é uma política que o concelho tem vindo a apostar, sendo até líder nas participações do Orçamento Participativo”. Por isso, reforça o autarca, “não podíamos estar mais expectantes e esperamos já por uma nona edição”.

Com um vasto programa, o Greenfest 2015 traz novidades, como é o caso, na saúde, da chamada de atenção para o aumento da diabetes tipo II, fruto do estilo de vida, e para a possibilidade de prevenir o problema. Continuar a ler

Indeciso em que partido deve votar?

Fonte: Smart Cities

As projecções indicam que cerca de 20% dos eleitores estão indecisos — ou não revelam — em quem vão votar nas legislativas no próximo dia 4. Para os ajudar a tomar uma decisão informada, a aplicação móvel “Eu Voto” é uma ferramenta que dá a conhecer “de forma rápida e simples” as principais propostas integradas nos programas eleitorais dos partidos.

appeuvoto

Em termos práticos, a app vai apresentando uma série de propostas, sem indicar a que partido pertencem, para que os utilizadores as possam avaliar e indicar se concordam, discordam ou se não têm uma opinião formada a respeito. Dez áreas temáticas estão abrangidas, tais como Justiça, Educação, Saúde, Segurança social ou Economia e Finanças.

O resultado? Os eleitores têm, posteriormente, acesso de forma anónima a uma estatística individual que “não diz em que partido se deve votar, mas demonstra em que propostas e em que partidos se votou favoravelmente ou contra, apoiando uma decisão informada”, explica à Smart Cities David Marques, um dos responsáveis pelo desenvolvimento da app.

A ferramenta criada pela empresa de Aljustrel Digitemotions surge, assim, também como uma forma contrariar os elevados números relativos à abstenção. “A melhor forma de combater a abstenção é dando acesso a mais informação. Os indecisos dominam porque não têm informação suficiente para tomar uma decisão”, acredita David Marques. Continuar a ler