Municípios da Área Metropolitana de Lisboa em destaque | Ranking Global da eficiência financeira 2014

Sintra, Vila Franca de Xira, Almada, Amadora (municípios de grande dimensão) e Montijo (município de média dimensão), são os municípios em destaque no anuário financeiro dos municípios portugueses referente ao ano de 2014, promovido pela Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas.

amlsatelite

No Ranking Global da eficiência financeira dos 10 melhores municípios de grande dimensão Sintra é o município do país com maior eficiência financeira. Vila Franca de Xira aparece em 3º lugar, Almada em 5º lugar e Amadora em 7º lugar.

Já no Ranking Global dos 25 melhores municípios de média dimensão, Montijo aparece no 21º lugar.

Para o Ranking Global foram selecionados os 10 indicadores:

Índice Liquidez; Resultado Operacional deduzido de amortizações e provisões sobre os proveitos operacionais; Peso Passivo exigível no Ativo; Passivo por habitante; Taxa de cobertura financeira da despesa realizada no exercício; Prazo Médio de Pagamentos; Grau de execução do saldo efetivo; Índice de Dívida Total; Grau de execução da despesa relativamente aos compromissos assumidos; Impostos diretos por habitante. Continuar a ler

Anúncios

Saiba quais as cidades onde menos se trabalha no ano

Fonte: move noticias

Um estudo do banco suíço UBS, que analisou os padrões de trabalho de 71 cidades, revela quais são os locais onde a carga horária laboral é menor.

paris

Em primeiro lugar do ranking ficou Paris, que é a cidade “onde as pessoas trabalham apenas 35 horas por semana e têm 29 dias de férias pagas”, apontaram os analistas do banco.

No lado oposto do estudo aparece Hong Kong. Esta é a cidade onde os funcionários mais trabalham no mundo: são 2.606 horas por ano (o equivalente a 50 horas semanais).

Veja o top 10: Continuar a ler

Compras verdes para cidades sustentáveis

Fonte: Smart Cities

As compras públicas são uma vertente importante da acção de uma autarquia, um pouco por todo o mundo, avaliando que bens e serviços devem ser postos ao serviço da cidade. Contudo, são também importantes para tornar o desempenho da administração local mais sustentável e com uma menor pegada carbónica. Como? Um novo guia, gratuito, destinado às cidades europeias, dá algumas respostas.

comprasverdes

Trata-se da publicação “Compras Públicas ‘verdes’ nos Planos de Acção para a Energia Sustentável”, que apoia as cidades subscritoras no Pacto de Autarcas a integrar as compras públicas ecológicas no seu planeamento municipal. O guia está sobretudo vocacionado para os municípios que se encontrem a definir o seu Plano de Acção para a Energia Sustentável, peça obrigatória no âmbito do Pacto de Autarcas.

Entre informação sobre as várias fases de compras públicas e o enquadramento teórico sobre o tema, é possível consultar também dicas e exemplos de boas-práticas. O guia está disponível em inglês, italiano, polaco, romeno, eslovaco e alemão. Continuar a ler

Montijo | executivo municipal visita freguesia de Canha

O presidente da Câmara Municipal de Montijo, Nuno Canta, vai dar início a um novo ciclo de visitas pelas freguesias do concelho. A primeira será Canha no próximo dia 16 de Outubro.

canha

Nuno Canta e os vereadores Francisco dos Santos e Maria Clara Silva serão acompanhados pelo executivo da Junta de Freguesia nesta visita à freguesia de Canha.

Os autarcas da Câmara Municipal e da Junta de Freguesia visitarão algumas instituições do concelho e contactarão directamente com alguns problemas que preocupam os autarcas da freguesia e a população.

O ponto à situação da construção da ETAR, a recuperação de algumas calçadas, a ligação das estufas à Estrada Nacional nº 10 e o rebentamento de algumas condutas de água na freguesia serão alguns dos temas a tratar entre os autarcas e a população. Continuar a ler

Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses 2014

Ver documento aqui.

A Ordem dos Técnicos Oficiais de Contas, em parceria com a TSF, organizou no passado dia 13 de outubro, na Universidade Católica, em Lisboa, uma conferência intitulada “A política, os políticos e a gestão dos dinheiros públicos”, onde apresentou a versão de 2014 do Anuário Financeiros dos Municípios e das Freguesias Portugueses 2014.

otoc

A dívida global dos municípios caiu 488,5 milhões de euros em 2014 em relação ao ano anterior, representando o menor valor dos últimos oito anos, segundo o Anuário Financeiro dos Municípios Portugueses, hoje apresentado em Lisboa.

A redução da dívida dos 308 municípios, sem contar com as empresas municipais, “deve-se essencialmente à dívida de curto prazo”, enquanto os valores de médio e longo prazo se mantiveram, salientou João Carvalho, que coordenou o anuário dos municípios. Continuar a ler

Opinião | A vitória do PS em Setúbal não é fruto do acaso

euridice-pereiraSetúbal foi o único distrito onde o Partido Socialista venceu as eleições legislativas em todos os concelhos com percentagem de votos superior à nacional em perto de 80% deles. Ficamos agora com mais dois representantes no Parlamento, exatamente os mesmos que a direita perdeu. Dos 18 deputados deste Círculo Eleitoral, o sétimo a ser eleito pelo PS, aplicado o método de Hondt, acontece na antepenúltima entrada o que dá bem conta da expressiva votação obtida.

Estes resultados adquiriram maior significado considerando que o distrito teve a oportunidade de expressar a avaliação da ação governativa na pessoa de Maria Luís Albuquerque, personagem-símbolo da austeridade que tem vindo a ser praticada, e, decidir, com clareza, quem devia protagonizar a alternativa, o PS como se viu.

De facto, em sentido inverso do que se disse para a prestação do Partido Socialista, a Coligação PSD/PP é fortemente penalizada quer em número de votos, em que perde na ordem dos 61 mil , quer em número de deputados eleitos, tendo agora cinco mandatos. Registe-se que o quinto deputado a ser eleito pela Coligação é o último da distribuição dos 18 mandatos. Incontornável penalização.

A CDU perdeu, também, mais de 3 000 votos, e é a segunda força política apenas em 4 dos 13 concelhos do distrito e mantém os mesmo 4 eleitos que já tinha, mas com uma folga mais apertada, considerando que o último deles é a penúltima eleição. Continuar a ler