Cascais é capital europeia da juventude 2018

Cascais foi anunciada como Capital Europeia da Juventude 2018. Ao título concorreram 20 cidades europeias, um número recorde na história da organização do evento.

cascaiscapitaleuropeiadajuventude2018

Candidatura portuguesa ultrapassou Manchester, Perugia, Novi Sad e Kecskemet na reta final

A candidatura portuguesa, vista como uma das favoritas, já estava na short list de potenciais organizadoras do evento na companhia de cidades como Manchester (Reino Unido), Perugia (Italia), Kecskemet (Hungria), e Novi Sad (Sérvia).

Contudo, foram os argumentos de Cascais a convencer o júri presidido pelo Fórum Europeu da Juventude.

“Cascais estava a concorrer com cidades fortíssimas. Nunca fomos a candidatura com mais recursos financeiros, tão pouco a mais próxima do centro da Europa onde tudo se decide. Mas ninguém nos bateu no profissionalismo e competência com que abraçámos este projeto, nem no entusiasmo e na vontade de constituir, a partir de Portugal, um movimento de esperança e de futuro para a juventude europeia”, assinala Carlos Carreiras.

“Hoje os jovens carregam etiquetas por vezes pouco abonatórias. Contestámos isso. Olhámos para a história e vimos que, em todos os tempos, são os jovens a mola do progresso cívico, social e económico. É essa centralidade da juventude na vida coletiva que queremos recuperar”, prossegue o presidente da Câmara de Cascais, que coloca o “desemprego jovem, mobilidade, educação e qualificação, direito à família e à felicidade” como temas centrais na Capital Europeia da Juventude 2018.

O título da organização foi passado na capital espanhola a Catarina Marques Vieira, vereadora com o pelouro da Juventude, que prometeu para 2018 “a melhor capital Europeia da juventude de sempre”.

Para além do Fórum Europeu da Juventude, o júri é ainda composto por representantes do Parlamento Europeu, Conselho da Europa, International IDEA, Euractiv, Microsoft, o Conselho das Autarquias e Regiões da UE, a Assembleia das Regiões, Comité das Regiões e Universidade de Cagliari.

Depois de Braga 2012, esta é a segunda vez que a Capital Europeia da Juventude é organizada por um concelho português. Para além de Braga, também Roterdão, Turim, Antuérpia, Maribor, Tessalónica e Cluj organizaram a iniciativa.

Facts & Figures juventude em Cascais

  • Primeira Câmara do País a ter um Gabinete de Estágios Profissionais
  • 38: Associações jovens
  • 2500: Jovens no movimento associativo
  • 1600: Voluntários (anualmente)
  • Taxa mais baixa de desemprego jovem no país.
  • Menor percentagem de abandono escolar

10 razões para esta escolha:

  • Somos uma referência nacional na área da juventude
  • 40% da nossa população é jovem, motivada, empreendedora e criativa
  • O tecido associativo juvenil de Cascais é muito dinâmico e interventivo
  • É de importância estratégica a participação cívica dos nossos jovens
  • Temos infraestruturas naturais e patrimoniais diversas e de qualidade
  • Sabemos (há séculos) acolher quem nos visita
  • Somos capazes de proporcionar experiências inovadoras e ricas
  • A nossa centralidade europeia e ligação ao mundo lusófono são únicas
  • Apresentámos um programa diversificado, de qualidade e dimensão europeia
  • A nossa candidatura mereceu o apoio de uma vasta rede local, nacional e internacional

Parabéns a todos quantos nos apoiaram nesta missão e aos jovens em particular!

 

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s