Anim’art Montijo 2016

Uma das noites mais aguardadas do ano está a chegar. O Anim’art Montijo – com todos os sentidos! é já no próximo sábado, 25 de junho, e promete voltar a surpreender!

animartmontijo

Pelo terceiro ano, a Câmara Municipal do Montijo em parceria com diversas entidades e com o comércio local, aposta neste grande evento de animação de rua que tem sido um sucesso com milhares de pessoas no centro da cidade.

Neste dia a arte, a música, a dança, a moda, o artesanato, a gastronomia e os vinhos vão invadir o centro da cidade, prolongando-se pela noite dentro com muita animação. Com 28 estabelecimentos, 23 eventos e 8 ruas, o Anim’art Montijo 2016 trará, mais uma vez, o espírito festivo e a diversão ao eixo central da cidade.

O Anim’art Montijo começa logo pela manhã com a iniciativa Comércio Online / In Loco. Entre as 9h00 e as 13h00, na Praça da República, visite a banca da marca Flores do Montijo e as bancas de produtos originais e artesanais, na sua maioria, de fabrico próprio, comercializadas por gente da terra.

Das 10h00 às 18h00, na Banda Democrática 2 de Janeiro decorrerá mais uma edição da Young Flea Market, uma feira onde os jovens podem vender ou trocar artigos em segunda mão.

Para os mais pequenos, junto à Galeria Municipal, das 10h30 às 13h00, a Hora do Conto traz a história “O Kibongo”, seguindo-se o atelier de expressão plástica “Vamos fazer uma flor!”. Continuar a ler

Montijo | Concurso de Arte Urbana

Até 1 de Junho estão abertas as inscrições para o Concurso de Arte Urbana Cidade do Montijo que visa seleccionar um artista para execução de um mural, relacionado com o slogan ‘Montijo, Capital da Flor’, num edifício da Praça Gomes Freire de Andrade.

arteurbanamontijo

O concurso não tem limite de idade. Podem participar todas as pessoas, individualmente ou em grupo, nacionais ou estrangeiras. As propostas devem espelhar uma visão pessoal e artística relacionada com a importância da flor aliada a uma identidade inovadora, urbana e atraente do centro histórico da cidade do Montijo.

Ao vencedor escolhido pelo júri do concurso, composto por um representante da Câmara Municipal do Montijo, um representante da Galeria de Arte Urbana (GAU) e um elemento pertencente à comunidade de arte urbana nacional será atribuído o valor de 1.700 euros para execução da obra. Continuar a ler

Montijo aposta na internacionalização da economia

O presidente da Câmara Municipal de Montijo, Nuno Canta, reuniu com o presidente da AICEP, Miguel Frasquilho, com o objetivo de manifestar o interesse do Município do Montijo na internacionalização da sua economia local, como forma de captação de mais investimento económico para o concelho do Montijo.

montijo

Na reunião, que teve lugar no passado dia 31 de março, foram abordadas, essencialmente, duas questões: a futura localização do novo aeroporto na Base Aérea n.º 6 e a necessidade de investimento na Vila de Canha (freguesia do concelho do Montijo).

Relativamente à primeira questão, o presidente da câmara expressou que a possível instalação do novo aeroporto na BA6 vai trazer novos desafios ao concelho do Montijo, aumentando significativamente a competitividade e atratividade do seu território para o acolhimento de investimentos nacionais e estrangeiros.

Sobre a Vila de Canha, o autarca demonstrou a sua preocupação com o decréscimo populacional verificado na localidade, o risco de desertificação associado e a necessidade de captação de investimento. Nesse sentido, o presidente da câmara falou no aproveitamento do espaço industrial das Taipadas (os terrenos da antiga fábrica Tocam) como oportunidade para acolher um investimento internacional na área agroindustrial. Continuar a ler

Montijo com excelente desempenho financeiro em 2015

A Câmara Municipal do Montijo atingiu resultados financeiros muito positivos no ano de 2015, com um saldo de execução orçamental positivo na ordem dos 2.643.625,62 euros, um resultado líquido do exercício igualmente positivo no valor de 1.775.502,42 euros e com taxas de execução de 100 por cento na receita e 92 por cento na despesa.

cidade_montijo

Estes e outros dados foram apresentados nos documentos prestacionais de 2015, aprovados na reunião de câmara de 30 de março com os votos a favor do PS e as abstenções da CDU e do PSD.

O presidente da Câmara Municipal do Montijo relembrou que o exercício de 2015 decorreu “num contexto adverso devido à rejeição do Orçamento para 2015 pela CDU e PSD, obrigando a uma gestão com base no orçamento transporto de 2014, agravada pelas medidas impostas pelo anterior Governo penalizadoras da autonomia do poder local”.

Apesar destas dificuldades foi possível “aumentar o investimento público municipal, assegurar apoios diretos e indiretos às famílias e empresas, não ter pagamentos em atraso nem atrasos nos pagamentos aos trabalhadores do município, às instituições, aos fornecedores e empreiteiros, proporcionado um efeito positivo na economia local”, acrescentou. Continuar a ler

Montijo | Comemorações Dia Internacional da Mulher

No âmbito das comemorações do Dia Internacional da Mulher, no dia 10 de março, teve lugar uma sessão pública, no Cinema Teatro Joaquim d’ Almeida (CTJA), sob o lema “Mulheres na Construção do Poder Local”.

Ao palco subiram 53 das 86 mulheres que foram deputadas da Assembleia Municipal e das Assembleias de Freguesia desde a instituição destes órgãos municipais e que, atualmente, não exercem cargos políticos.

A cerimónia contou com as intervenções do presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, e da Secretária de Estado para a Igualdade e Cidadania, Catarina Marcelino.

Montijo | “As árvores não morrem” – exposição de escultura de Paulo Neves

Até 9 de abril, a Galeria Municipal do Montijo apresenta-lhe o talento do escultor Paulo Neves. Em “As árvores não morrem”, este conceituado artista plástico utiliza os elementos naturais da floresta para produzir a sua arte, para nos transmitir a sua visão do mundo. A mostra é realizada em parceria com a Galeria Valbom.

Montijo | Câmara reúne com Ministério da Saúde

O presidente da Câmara Municipal do Montijo, Nuno Canta, reuniu com o ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes, com o objetivo principal de abordar os problemas que o Serviço Nacional de Saúde atravessa na região e no Montijo. A informação foi avançada pelo autarca na reunião de câmara de 23 de dezembro.

Hospital_Montijo_1_1280_720

Na reunião, que teve lugar no dia 22 de dezembro, estiveram em destaque dois temas: a manutenção do Serviço de Urgência Básica do Hospital do Montijo e o encerramento da extensão do Centro de Saúde em Santo Isidro de Pegões.

Nuno Canta expressou que a Câmara Municipal do Montijo defende a manutenção das urgências no Hospital do Montijo, assim como a reabertura do Centro de Saúde em Santo Isidro de Pegões.

O autarca teve a oportunidade de expressar as suas preocupações com o funcionamento da urgência do Hospital do Montijo e com a resposta dos cuidados de saúde primários no concelho, informando o Governo do elevado número de utentes sem médico de família e da necessidade de alargamento do Centro de Saúde do Montijo. Continuar a ler

Montijo | câmara e IST desenvolvem Avaliação Ambiental do PDM do Montijo

No âmbito do processo de revisão do Plano Diretor Municipal do Montijo (PDMM) e em colaboração com a equipa técnica interna da Câmara Municipal do Montijo responsável pelo citado processo, a Associação para o Desenvolvimento do Instituto Superior Técnico, iniciou os trabalhos conducentes à Avaliação Ambiental do PDMM, que se enquadra nos procedimentos legais referentes à Avaliação Ambiental dos instrumentos de gestão territorial, adotando uma abordagem metodológica de Avaliação Ambiental Estratégica (AAE).

Avalia__o_Ambiental_PDM_Montijo_1400x550_1_1280_720

Os trabalhos são coordenados por Maria do Rosário Partidário, docente no Instituto Superior Técnico, seguindo a metodologia constante do guia publicado pela Agência Portuguesa do Ambiente em 2012, orientada para uma avaliação das opções estratégicas que se colocam a um desenvolvimento sustentável do Município do Montijo.

Esta avaliação está a ser conduzida em simultâneo com a elaboração do Plano e estruturada segundo “Fatores Críticos para a Decisão” os quais constituem temas integradores das linhas de orientação estratégica do desenvolvimento municipal, dos planos de ordem superior relevantes e das macropolíticas de ambiente e de sustentabilidade enquadráveis, e da dimensão ambiental legalmente exigida.

A AAE irá proceder à avaliação das oportunidades e dos riscos para o ambiente e para outras dimensões do desenvolvimento sustentável do município, em virtude de potenciais sinergias ou conflitos intersectoriais e entre opções estratégicas para o desenvolvimento municipal e a valorização dos recursos naturais, culturais e sociais do município. A AAE será posteriormente validada através da avaliação da proposta de modelo territorial que concretiza as opções estratégicas municipais, sendo que serão também elaboradas diretrizes e medidas de controlo que permitirão assegurar o seguimento da revisão do PDMM na sua elaboração e durante o seu período de vigência. Continuar a ler

Montijo cresce 77% na área turística

Fonte: Diário da Região

Resultado foi apurado no período compreendido entre 2013 e 2014, revelou o presidente da Câmara, acrescentando que, de Janeiro a Agosto deste ano, a procura voltou a aumentar.

Montjio_-_net_1_1280_720

A procura turística em Montijo disparou entre 2013 e 2014 para números muito superiores à média nacional, registando um crescimento de 77%, de acordo com os últimos dados apresentados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). Para o mesmo período, a procura turística em Portugal cresceu 17%, enquanto a procura turística na região de Lisboa cresceu 22 pontos percentuais, informou Nuno Canta, presidente da Câmara Municipal, na reunião pública do executivo realizada na última quarta-feira, nos Paços do Concelho.

“O indicador utilizado foi o número de dormidas em todos os tipos de alojamentos turísticos, ou seja, hotelaria, turismo em espaço rural e alojamento local”, explicou o autarca, revelando ainda que já em 2015, no período compreendido entre Janeiro e Agosto, os resultados do INE mostram que “o Montijo continuou a crescer, 23,5%”. Ao crescimento deste ano, sublinhou Nuno Canta, “acresce ao robusto crescimento do ano anterior”.

Para o socialista “é certo que a procura turística no Montijo se deve muito ao aumento da oferta turística, mas deve-se também ao planeamento estratégico incluído enquanto instrumento de desenvolvimento dos territórios resultante da vontade política dos actores locais e da criação de redes formais e informais entre o município e os agentes locais”. Continuar a ler