Cidades sustentáveis: E se pudesse ir buscar as alfaces ao topo do seu prédio?

Fonte: ambienteonline

A colocação de estufas com culturas hidropónicas [que usam substrato em vez de solo], como a alface, por exemplo, no topo dos prédios ajuda os edifícios a manter o isolamento térmico permitindo poupanças de energia. Por outro lado, salienta o professor e investigador Paulo Ferrão, tem a vantagem de promover a produção local de alimentos na cidade com benefícios ambientais e económicos. “Pode ser um bom negócio a explorar por parte de alguns cidadãos”, sugere em declarações ao Ambiente Online.

Este é um dos cenários que está a ser ponderado no “SusCity”, um projecto que tem como objectivo conceber cidades sustentáveis. É financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia no âmbito do programa MIT Portugal e conta com a colaboração de várias universidades e instituições como o Laboratório Nacional de Energia e Geologia (LNEG), Adene, EDP, Nester, Câmara Municipal de Lisboa e Junta de Freguesia dos Olivais, zona da capital que está a servir de base ao estudo.

Nos Olivais e Parque das Nações, a zona onde incide o estudo, há muitos edifícios com os tectos planos, condição ideal para a implementação desta solução, realça o investigador. Com este tipo de cultura é possível produzir três vezes mais alfaces do que a necessidade de um prédio de grande dimensão. Continuar a ler