Palmela | Festa das Vindimas 2015 começam hoje (entre 3 e 8 de setembro)

A 53.ª edição da Festa das Vindimas decorre entre 3 e 8 de setembro, numa grande celebração da tradição vitivinícola do concelho, ligado, desde sempre, ao trabalho na terra.

festasvindimaspalmela

A Câmara Municipal de Palmela presta apoio técnico e logístico à Festa, organizada pela Associação de Festas de Palmela – Festa das Vindimas, e atribuiu um apoio financeiro no valor de 22 mil euros, a que acrescem cerca de 17 mil euros para execução das infraestruturas elétricas no recinto e 11 mil para pagamentos à GNR, referentes a todo o trabalho que envolve o ordenamento do trânsito ao longo dos dias do certame.

Programa

Dia 03 de Setembro – Quinta-feira

19.30 h – Receção às Entidades Oficiais e Convidados

20.00 h – Inauguração Oficial da Festa das Vindimas 2015
Participação Musical: Cavalinho da Sociedade Filarmónica Humanitária, Coral da Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros” e Sexteto de Metais do Conservatório Regional de Palmela S.F.H.
Paços do Concelho / Largo do Município

22.30 h – Espetáculo com “MÓNICA SINTRA”
Palco do Fontanário

00.00 h – Animação Musical com “LOS CAVAKITOS”
Palco da Igreja

00.00 h – Largada de Toiros
Av.ª Rainha D.ª Leonor

01.30 h – Animação Musical com a Banda “SÓ MAMONAS”
Palco dos Sabores

Dia 04 de Setembro – Sexta-feira Continuar a ler

Anúncios

Novos sites municipais | Alcochete, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela e Sesimbra

Alcochete, Barreiro, Moita, Montijo, Palmela e Sesimbra têm novas plataformas de internet mais apelativas, proporcionando sites municipais, com informação mais organizada e de melhor acesso, com o objetivo de melhorar a prestação de serviço aos municipes, facilitar o seu acesso à informação, permitir um conhecimento mais aprofundado das atividades dos órgãos municipais e promover o envolvimento politico e social dos municipes, refere a Associação de Municípios da Região de Setúbal.

setubalpeninsuladigital

Conheça os novos sites:

Alcochete aqui.

Barreiro aqui.

Moita aqui.

Montijo aqui.

Palmela aqui.

Sesimbra aqui.

Segurança Social | Palmela está sem atendimento social descentralizado

É assim um pouco por todo o distrito de Setúbal!!

Será a RLIS (rede local de intervenção social) uma forma de desmantelar os serviços sociais da administração central ou uma forma de descentralizar novas competências para as autarquias e/ou para as IPSS’s e equiparadas? Já estão no terreno 12 projetos piloto…

Os serviços de atendimento e acompanhamento social não devem deixar a esfera do Estado… se as autarquias não garantirem os serviços até agora prestados pela Segurança Social, as IPSS’s e equiparadas vão desenvolver essas competências… à atenção das autarquias locais…

Fonte: setubalnarede

O atendimento social descentralizado que até agora tinha lugar no concelho de Palmela deixou de se realizar no início da semana passada, obrigando os utentes a deslocar-se ao centro distrital de segurança social, em Setúbal. Esta alteração está a provocar o descontentamento do presidente do Conselho Local de Ação Social (CLAS) e dos autarcas da Câmara Municipal de Palmela, pelos efeitos que vai ter e pela forma como o centro distrital de segurança social informou sobre esta mudança. A directora do Centro Distrital de Segurança Social de Setúbal explica que está em curso uma “reorganização de serviços”, que “é competência dos próprios serviços”, por isso, considera que “não houve nenhuma falta de lisura de procedimentos” para com os parceiros.

Lisbon-Coast-Palmela

Ana Clara Birrentio refere que no centro distrital, o serviço de plantão diário para este tipo de atendimento está a ser “reforçado de um para dois postos de atendimento”. A diretora esclarece, desde logo, que “apenas se deixou de realizar o atendimento em Ação Social, mantendo-se o atendimento de Rendimento Social de Inserção (RSI)”, considerando que possa ter havido um “mal-entendido” ou um “erro de interpretação”do e-mail que enviou “na segunda-feira dia 16 à noite”, a informar os presidentes dos CLAS e as juntas de freguesia.

No âmbito do projecto-piloto da Rede Local de Intervenção Social que está a ser implementado no distrito de Setúbal, Ana Clara Birrento adianta que vão realizar-se“reuniões com os presidentes dos CLAS”, já a partir desta semana. Já o presidente da Câmara Municipal de Palmela defende que “deveria haver, desde logo, com os parceiros da rede social, uma reflexão sobre esta matéria” e “preparar, até utilizando os recursos que possam existir na rede, uma reorganização”. Continuar a ler

Palmela | problemas sociais preocupa Partido Socialista

Fonte: Diário do Distrito

No encontro com os jornalistas, Raúl Cristovão, presidente da Concelhia do Partido Socialista (PS), lembra que ‘Palmela não é uma ilha paradisíaca’ e que não se pode esquecer do flagelo do estado social das famílias.

pspalmela

No passado dia 12 de Fevereiro, a sede do PS em Palmela abriu as suas portas para um encontro com os jornalistas. Os socialistas fizeram um balanço autárquico de um ano em que estão também com alguns eleitos nos órgãos autárquicos do concelho.

O estado social das famílias do concelho de Palmela é o que mais têm preocupados o PS, para Raul Cristovão as famílias estão a ser esquecidas pela classe política do concelho de Palmela. Continuar a ler

Setúbal – Palmela | ADREPES e parceiros locais celebram protocolos de parceria no âmbito do Desenvolvimento Local de Base Comunitária

Hoje, dia 6 de Fevereiro, pelas 16 horas vai realizar-se, no Espaço Fortuna Artes e Ofícios, em Palmela a assinatura de protocolos de parceria entre as diversas entidades representativas dos sectores rural, costeiro e social, constituindo uma etapa essencial para a captação para a Península de Setúbal das verbas no âmbito do Desenvolvimento Local de Base Comunitária (DLBC).

foto_EDL_2

Este instrumento pretende fomentar o desenvolvimento territorial liderado pelas comunidades, através da concertação estratégica e operacional entre parceiros, focalizada no empreendedorismo e na criação de postos de trabalho em coerência com o Acordo de Parceria Portugal 2020.

Na Península de Setúbal, a ADREPES lidera o processo de criação de 3 DLBC: um vocacionado para o mundo rural, outro para o sector das pescas e aquicultura e outro que se ocupará das zonas urbanas fragilizadas com problemas de exclusão. Continuar a ler

Palmela | nasce nova horta comunitária

A Câmara Municipal de Palmela está a dinamizar a segunda fase do Projeto de Hortas Comunitárias do Concelho, com a criação de uma nova horta na Urbanização Serra Grande, em Palmela. O Município disponibiliza aos munícipes 21 talhões de terreno para cultivo, em modo biológico, de hortícolas, ervas aromáticas ou medicinais, e oferece formação para o efeito. As inscrições decorrem entre 22 de janeiro e 20 de fevereiro (ficha de inscrição e regulamento estarão disponíveis em http://www.cm-palmela.pt).

hortaspalmela-1728x800_c

A primeira Horta Comunitária do Concelho está, já, em atividade no Pinhal Novo e, numa fase posterior, será criado um segundo local nesta freguesia e um novo espaço em Quinta do Anjo. Para o Município, este projeto reveste-se de especial importância, já que responde a necessidades que têm vindo a ser identificadas, no que diz respeito à qualidade de vida da população. A implementação das Hortas Comunitárias permite produzir, localmente, alimentos de elevado valor nutritivo, complementar o rendimento familiar, consolidar ou adquirir hábitos mais saudáveis de consumo e ocupação de tempos livres, reforçar laços de solidariedade local e promover relações intergeracionais. Continuar a ler