AML | DECO – Água: quanto custa a tarifa no seu município?

Abastecimento, saneamento e resíduos sólidos urbanos pesam na fatura mensal da água.

A DECO realizou um estudo onde simula o consumo médio de 120m3 de água por ano e os custos associados ao abastecimento, saneamento e resíduos sólidos urbanos – total da fatura que recebemos em casa.

Dos resultados obtidos, verifica-se, nos municípios da Área Metropolitana de Lisboa, que os residentes no concelho de Mafra pagam a fatura mais elevada.

para maior definição click na imagem

amlcustoagua#emanueljccosta.wordpress

Já em Palmela, no sentido inverso, os cidadãos residentes no concelho são aqueles que pagam o menor custo.

Tendo por base um consumo médio mensal de 10 metros cúbicos, os dados apresentados refletem uma simulação de 120 metros cúbicos anuais. Os valores não incluem IVA e têm por base os tarifários em vigor à data de abril de 2015. Continuar a ler

Anúncios

Mapa dos aumentos e descidas | o que vai acontecer ao preço da água?

Fonte: Observador

Artigo completo aqui.

A reforma do preço da água vai atingir mais de metade do país, quase 200 concelhos, e para a maioria da população abrangida, poderá representar um aumento do preço. O Observador revela o mapa dos aumentos e descidas das tarifas da água e do saneamento, que poderão acontecer por via da reestruturação do setor, com base em dados fornecidos pelo Ministério do Ambiente e Energia.

agua-mapa-lisboai

AML | quem paga mais pelo saneamento?

Tendo por base uma simulação através do consumo de 120 metros cúbicos de água anuais, qual o valor que cada cidadão paga pelo saneamento nos diferentes concelhos da Área Metropolitana de Lisboa?

O cálculo do custo do saneamento é variável com diferenças entre concelhos, mas quanto mais água gastar, mais elevado é o montante a pagar.

O concelho de Mafra, assim como no ranking dos municípios da AML que cobram mais pela água, aparece em primeiro lugar, ou seja, os cidadãos residentes em Mafra são os que pagam mais pelo saneamento.

O concelho de Palmela, que é o segundo concelho da AML com a água a um preço mais baixo, cobra o menor valor pelo saneamento.

amlprecosaneamento

Os valores não incluem IVA e têm por base os tarifários em vigor à data de setembro de 2014. Continuar a ler